Sucesso nos cinemas do mundo, o filme Pantera Negra traz a marca da diversidade como solução para o mundo. Ela é evidenciada através da estética colorida nas telas e também pela grande participação dos personagens negros em papéis de destaque. E sabendo da importância daquilo que escutamos, lemos e, principalmente, vemos para nos inspirarmos, fui em busca de quem idealizou aquelas roupas e suas referências.

A voz por trás das roupas: Ruth E. Carter

Com mais de 30 anos de carreira, Ruth E. Carter que recebeu o prêmio de melhor designer de roupa em 1997 pelo filme AMISTAD (dirigido por Steven Spielberg), e em 1992 pelo filme MALCOM X (dirigido por Spike Lee), também idealizou as roupas para variados filmes e séries bem conhecidas como o filme SELMA #queeuamo (dirigida pela Ava Duvernay) e o seriado She’s Gotta Have It (dirigido por Spike Lee). E agora, no filme Black Panthers, ela fez um trabalho admirável, né amores?

Como designer do filme, Ruth deu vida à visão do diretor, Ryan Cloogler, e através do estudo de padrões, cores e silhuetas, e do trabalho em equipe, ela imaginou a nova diáspora africana com 700 roupas que misturam futurismo, alta costura (do mestre Issey Miyake e peças vintages de estilo africano do Yves Saint Laurent e Donna Karan) e vestes tradicionais de povos do continente africano. Nessa pesquisa teve de tudo, desde o mercado das Pulgas Rose Bowl em Los Angeles até os comerciantes de tecidos em Accra, no Gana.

“As pessoas precisam ver e se relacionar com isso” ela diz das vestimentas. “Então mesmo que seja um lugar fantasioso e seja Wakanda e Marvel, nós queremos que as pessoas digam: “Sim, isso foi o que pensei. Essa é a rainha que eu tinha imaginado. “”

Nessa batalha, Ruth também teve sua tropa. Ela contou com uma equipe de cinco ilustradores, 14 designers entre eles fabricantes de moldes, tintas de tecido, fabricantes de joias entre outros. No seu quadro de referências (moodboard), ela tinha imagens de vestes africanas dos povos Massai, Tuareg, Turkana, Xhosa, Zulu, Suri e Dinka (com as texturas de pele de animal e plantas) bem como artes corporais como o piercieng e pintura. A diversidade dos povos foi muito bem evidenciada nas roupas.

Obs.: Para quem não viu o filme, ou quer ver outras vezes, eu super recomendo a versão 3D que dá uma real noção de textura a todos os acessórios e roupas dos personagens.

Roupas & Suas Referências

Segundo uma entrevista de Ruth:
“O triângulo é uma figura recorrente na cultura de várias tribos, entrando como elemento em várias vestes tribais. Usei o triângulo como base geométrica dos croquis do traje de T’Challa e de seu medalhão”.

O protagonista também tem em sua armadura o metal “vibranium” e esse material estabelece um link entre o lado prático e fashionista. A roupa é leve, maravilhosa e a prova de balas, quer mais o quê? rsrsr

“Meu maior orgulho nesse filme foi desenhar as roupas da Dora Milaje, a guarda real do Pantera, feita só por mulheres negras, entre elas a minha linda amiga Danai Gurira, disse Ruth.

“O desafio era criar um uniforme de guerra que tivesse um apelo bélico aos olhos do público, sobretudo para quem é leitor das HQs Marvel, e que conseguisse realçar a beleza das mulheres. A beleza como força feminina”.

A chefe da guarda de Wakanda utiliza os colares Ndebeles que são muito tradicionais em várias tribos como a Lesedi na África do Sul Pelindaba. Algumas mulheres começam a usar os colares com 2 anos de idade e a quantidade de argolas indica beleza, prosperidade e seu estado civil. E como eles, em geral, são muito pesados, para as filmagens os colares foram feitos de borracha com aspecto artesanal.

De acordo com a Rebecca Meraki que é diretora do canal Souvenirs from earth tv e espera que o filme bata recordes de público:

“Eu apreciei muito a posição das mulheres no filme pois ela estão presentes em todos os setores como no laboratório e nas lutas, e não somente como namoradinha do super-herói.”

Para a rainha Ramonda, interpretada por Ângela Bassett, o look foi inspirado no chapéu Isicholos que as noivas Zulu utilizam no dia do seu casamento. Portanto manteve-se o formato do chapéu, no entanto a ombreira foi inspirada no estilo vitoriano. Para adicionar o toque futurista, as ombreiras e o chapéu, símbolos de poder, foram feitas com impressão 3D que faz com que o material seja flexível e perfeitamente simétrico. As roupas da rainha, tiveram a colaboração dos designers Gareth Pugh e Rick Owens.

E abaixo podemos observar como foi realizada a leitura futurista do tradicional chapéu Zulu:

A máscara que o Killmonger usa foi inspirada das máscaras que o povo Igbo da Nigéria utiliza durante os rituais. Elas são conhecidas como Mgbedike (ou máscara capacete) e se diferenciam das demais pois somente os homens a utilizam e possuem um tamanho maior que o rosto dando uma maior agressividade ao objeto.

A inspiração das pessoas Tuareg é mostrada através dos personagens que no filme utilizam muitos tecidos para cobrir a cabeça e o rosto.

O povo Tuareg vive no norte e o Oeste da África e, na sua maioria, em lugares desertos que tem como atividade principal a criação de gados. Para compor alguns personagens, a designer Carter fundiu essa referência com as referências da tribo Zulu sul-africana.

 

Inno que é modelo do Gana nos conta:

“Acho que é um grande momento que esse filme representa pois aqui temos uma história voltada para nós e contada por nós! “ E relembra: “Eu entendo que seria diferente se o filme fosse feito por alguém do continente africano, mas por ora eu sou muito grata por esse filme”.

As mantas dos W’kabi, povo que mora nas bordas de Wakanda e protege o território do país no filme, são roxas e trazem inscritos os símbolos Adinkra. As mantas Seana marena são o resultado das inspirações do povo Basoto que vive no sul do continente africano, e são descendentes do povo Lesoto. Enquanto os símbolos, que também podem ser identificados na roupa da Shuri, são da cultura Ashanti que é predominante em Gana e na Costa do Marfim.

Muitos trajes, especialmente os de luta, têm um tom vermelho terroso. As Dora Milaje nos quadrinhos já utilizavam o vermelho, então Ruth realizou um estudo analisando as cores que os povos Turkana e Himba utilizam. As últimas vivem no noroeste da Namíbia e sudoeste de Angola, tendo o oceano Atlântico a oeste. As Himbas produzem uma pasta ocre-vermelha conhecida como Otjize, que é feita amassando a pedra Hematitie em pequenos pedaços e adicionando manteiga ou gordura animal. Depois esse material é aquecido e aplicado na pele e nos cabelos. Isso dá a quem o utiliza uma proteção contra os mosquitos e o sol intenso, diferencia as mulheres dos homens (já que eles não o utilizam) e o seu tom vermelho da terra e do sangue representa a vida.


Aïssé possui uma marca de moda Afrikanista e relata ao blog:

“É um orgulho muito grande assistir um filme com a maioria dos personagens negros! Eu adorei ver a celebração da posição das mulheres negras, da nossa beleza! Tanto no nível histórico quanto no nível estético.”

Para a agente Nakia, interpretada pela Lupita Nyong’o, as vestes são exclusivamente verdes, justamente para remeter a ideia da cor do povoado Rio que ela pertence no país de Wakanda. No entanto a inspiração do seu look venho da tribo Suri, que utiliza frequentemente pinturas no rosto e acessórios como flores com galhos no cabelo.

O vestido de Nakia na cena do cassino é texturizado e inspirado pelo tecido africano kente. Nesse caso, a elasticidade foi adicionada para torná-lo mais confortável para enfrentar qualquer batalha.


O cineasta do Gabão Marc Chicot nos confessou:

“Eu acho que fizeram um bom trabalho tentando encontrar uma base em comum para expressar as diferentes culturas africanas com respeito, e com isso, conseguiram passar uma grande mensagem para todos de como viver comunidade.”

Shuri, que representa o futuro de Wakanda por estar sempre criando suas tecnologias, veste roupas que sugerem o uso de materiais ultra avançados, tipo de costura a laser com materiais recicláveis, e estruturas de neoprene super-resistentes. Ao mesmo tempo, ela a única que veste capa como os super-heróis tradicionais.

Entrevista da Ruth E Carther no Avant Premier do filme Black Panther:

 

E você? Como você se vestiu ou vai se vestir pra celebrar esse filme?

 

Minha cara, minha opinião!!!

Primeiramente achei o filme F@&%$# pois marca o reconhecimento da MARVEL, a maior produtora de mídia para super-heróis do mundo, perante ao racismo que os negros vêm enfrentando no mundo. Isso por si só, é grande! Mas não suficiente. Espero que seja somente o início e que outras produtoras e meios de comunicação utilizem de sua força de alcance para dar mais voz á nós e mostrar a verdade.

Em segundo lugar, gostei mesmo de ver alguns fatos sendo expostos e preconceitos sendo desmistificados, ainda que não desenvolvidos. O importante é termos um ponto de reflexão para começar um debate na nossa comunidade.

E pra finalizar, eu confesso que não sou muito fã dos quadrinhos, mas através do filme Black Panther, pude me identificar com tantos personagens que me assustei! E pensei nas pessoas que verão o filme e se imaginarão naquela situação, vão entender através da identificação de pensamentos, ações ou da aparência que TUDO é possível!

E a moda se faz importante, nesse momento da comunicação dos nossos quereres e foi através dela que a Ruth E. Carter nos fez sentir que nesse filme fomos valorizados!!!

Até a próxima!!!!


Referências:

  1. https://legadodamarvel.com.br/pantera-negra-as-mulheres-de-wakanda/
  2. http://www.indiewire.com/2018/02/black-panther-review-ryan-coogler-1201925524/2/
  3. https://omelete.com.br/filmes/entrevista/pantera-negra-os-efeitos-sociais-aqui-falam-mais-alto-diz-letitia-wright/
  4. https://legiaodosherois.uol.com.br/lista/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-shuri-a-irma-do-pantera-negra.html/7
  5. https://www.inverse.com/article/40961-black-panther-wakanda-real-life-inspirations-africa
  6. https://www.aficionados.com.br/dora-milaje-pantera-negra/
  7. http://marvel.wikia.com/wiki/Ramonda_(Earth-616)
  8. https://pt.wikipedia.org/wiki/Michael_B._Jordan
  9. https://legiaodosherois.uol.com.br/lista/10-fatos-e-curiosidades-sobre-michael-b-jordan-o-tocha-humana.html/4
  10. https://legiaodosherois.uol.com.br/lista/10-hqs-que-voce-precisa-ler-antes-do-filme-do-pantera-negra.html/10
  11. https://omelete.com.br/filmes/noticia/pantera-negra-escola-anuncia-que-levara-todos-os-alunos-para-ver-o-filme-e-estudantes-comemoram/
  12. https://broadly.vice.com/en_us/article/a3naxk/ruth-e-carter-designer-stunning-black-panther-costumes
  13. https://omelete.com.br/filmes/entrevista/pantera-negra-ryan-coogler-me-ensinou-que-filmes-de-super-heroi-tambem-podem-buscar-realismo-diz-figurinista/
  14. https://www.hollywoodreporter.com/news/black-panther-costume-designer-talks-tribal-tech-inspirations-1074564
  15. https://ruthecarter.com
  16. https://broadly.vice.com/en_us/article/a3naxk/ruth-e-carter-designer-stunning-black-panther-costumes
  17. https://video-images.vice.com/articles/5a5e46e072233f0d70aaab53/lede/1516128553037-pjimage-46.jpeg?crop=1xw%3A1xh%3Bcenter%2Ccenter&resize=650%3A*
  18. https://broadly.vice.com/en_us/article/a3naxk/ruth-e-carter-designer-stunning-black-panther-costumes
  19. https://www.bleedingcool.com/2018/01/29/black-panther-costume-designer/
  20. http://www.thegeektwins.com/2018/02/top-10-african-tribes-featured-in-black.html
  21. http://projetoafrobetizacao.blogspot.fr/2015/07/curiosidades-as-mulheres-girafa-de.html
  22. https://pt.wikipedia.org/wiki/Padaung
  23. https://emalgumlugardomundo.com.br/tribo-himba-curiosidades-da-namibia/
  24. http://marvel.wikia.com/wiki/Nakia_(Earth-616)
  25. https://www.geledes.org.br/kente-os-tecidos-dos-reis-africanos/
  26. https://i0.wp.com/ovicio.com.br/wp-content/uploads/panternegra-nakia2.jpg?resize=820%2C386
  27. https://www.kenyanvibe.com/wp-content/uploads/2017/06/Black-Panther-trailer.jpg
  28. https://www.geledes.org.br/pantera-negra-e-o-racismo-no-universo-nerd/
  29. https://www.hollywoodreporter.com/news/black-panther-costume-designer-talks-tribal-tech-inspirations-1074564
  30. http://www.huffpostbrasil.com/2016/03/05/27-fatos-importantes-que-voce-deveria-saber-sobre-os-panteras-ne_a_21686015/
  31. https://pt.wikipedia.org/wiki/Ryan_Coogler
  32. http://www.elle.com/culture/movies-tv/a17887835/ruth-carter-black-panther-costume-designer-interview/
  33. https://www.facebook.com/rackednational/videos/1956180287745487/
  34. http://www.omovalley.com/tribes/suri
  35. http://www.btlnews.com/awards/contender-costume-designer-ruth-carter-selma/
  36. http://www.okayafrica.com/ethiopian-funk-soul-ayalew-mesfin/?utm_campaign=RebelMouse&socialux=facebook&share_id=3330735&utm_medium=social&utm_content=OkayAfrica&utm_source=facebook
  37. https://www.nytimes.com/2018/02/13/style/black-panther-children-costumes.html
  38. https://oglobo.globo.com/cultura/filmes/filme-mostra-anseio-por-diversidade-diz-ator-que-vive-vilao-mbaku-em-pantera-negra-22370575
  39. https://www.dicionariodesimbolos.com.br/simbolos-adinkra/
  40. http://www.syfy.com/syfywire/black-panther-designer-ruth-carter-reveals-the-african-symbols-embedded-in-the-costumes
  41. https://www.zkhiphani.co.za/close-look-at-basotho-blankets-in-fashion-tribetuesday/
  42. https://fashionista.com/2018/02/marvel-black-panther-movie-costumes-hair-makeup
  43. http://www.randafricanart.com/Igbo_maiden_spirit_mask.html